Minha estratégia para fugir de altas taxas usando bancos digitais

Já a aproximadamente 2 anos começou a aparecer fintechs (startups do mercado financeiro) no Brasil que aos poucos vem tirando muitos clientes de bancos e de operadoras de cartões e causando uma certa euforia no mercado.


Alguns exemplos que posso citar de cabeça em relação a cartões são Nubank e Digio, provavelmente tem muito mais hoje em dia. Eu até tenho um cartão Nubank, e depois dele não espero ter nenhum outro tipo de cartão, ainda mais pelo fato de ter 0 anuidade e as menores taxas do mercado.

Mas falando especificamente de bancos digitais, uma excelente forma de fugir dos grandes bancos com suas enormes taxas mensais temos diversas opções como Banco Inter (a ser testado por mim em breve), Banco Neon (só testarei se eles liberarem conta PJ), Banco Original (que apesar de citar aqui não recomendo, eles cobram muitas taxas pra um banco digital), Banco Next (startup feita dentro do Bradesco), Conta Super (startup comprada pelo Santander)... esse último eu fiz uma conta física lá para testar.

O procedimento padrão destes serviços é que você faça parte do cadastro pelo site e complete pelo aplicativo, enviando documentos pra provar que você é você e um comprovante de residência, ah e uma selfie.

A Conta Super cobra R$ 7,90 por mês para contas físicas e R$ 9,90 por mês para contas jurídicas, uma coisa legal deles é que a cobrança só é feita se você usar a conta, colocando dinheiro nela. Eu fiz no final de Julho mas em boa parte de Agosto não coloquei 1 centavo nela, e portanto não cobrou a mensalidade, aí quando coloquei um valor foi cobrada. Após a primeira cobrança é enviado um cartão que chegou em casa em menos de 6 dias úteis, não sei se é pelo fato de eu morar em SP e eles terem a matriz também em SP mas enfim.

Esse cartão que chega é pra ser usado na função crédito mas no fim das contas ele é de débito, pois debita direto da sua conta, e funciona como um cartão pré-pago mesmo, basta "carregar" mais dinheiro na conta para continuar usando o cartão. É possível transferir parte do dinheiro para um cartão digital que o aplicativo gera também.

Em relação a demais tarifas é meio salgado se você pretende usar muito a conta, confira a lista:

  • R$ 5,90 por saques no Brasil no Banco 24Horas
  • R$ 1,50 por emissão de saldo ou extrato no Banco 24Horas.
  • R$ 5,90 por transferências para outros bancos
  • R$ 7,90 por saques no exterior na Rede Cirrus®.
  • R$ 4,90 por cartão virtual extra emitido
  • R$ 14,90 por cartão físico extra ou 2ª via de cartão emitido.

Se você é do tipo de pessoa que faz muitos saques ou transferências recomendo criar a conta no Banco Inter, que é tudo gratuito.

Meu objetivo na verdade é se livrar de uma conta que tenho desde 2009 no Banco Itaú. Na época lembro que a conta foi feita pela primeira empresa de TI que entrei como estagiário, ainda fazia faculdade e portanto a conta era universitária, lembro que a tarifa mensal era de meros R$ 3,90!

8 anos depois e hoje recebo uma mensagem do banco ao se logar no bankline que a nova tarifa mensal agora é de R$ 31,00, absurdo! São R$ 372,00 por ano pro banco manter minha conta. E se eu inventar de criar conta jurídica no Itaú o valor passará de 50 reais ao mês, é muita coisa.

Por conta disso decidi finalmente abandonar a conta neste banco, ainda irei manter esse mês pra receber o salário, pagar as contas lá, cancelar os débitos automáticos e ao longo dos próximos dias irei pesquisar a melhor solução em conta física (provavelmente ficarei com Banco Inter) e o mais difícil até o momento: a melhor solução em conta jurídica.

Para a conta PJ irei precisar me esforçar um pouco, porque infelizmente temos até que algumas opções no mercado mas todas tem um porém, as que temos no momento deste post e que pesquisei são:

  • Banco Original = taxas altas, está em último na minha lista de prioridades;
  • PJ Bank = esse precisa solicitar convite, não sei muito dele ainda, enviei um e-mail pra tirar umas dúvidas sobre tarifas e se aceita TEDs/DOCs;
  • Agipag = ele parece que aceita TEDs mas não emite cartões, então se a tarifa for 0 da pra tentar só que eu teria que transferir pra uma conta física dos bancos listados acima pra poder ter um cartão de débito;
  • Banco Inter = ele tem uma tal de conta PRO, que é feita pra empresas mas está sem previsão de voltar a aceitar cadastros para PJ, na torcida que aceite esta semana, pra mim é a melhor opção;
  • Banco Neon = atualmente só tem conta física, mas mandei um e-mail pra eles e me informaram que "em breve" (recebi a resposta a 1 mês atrás) aceitarão conta PJ mas até agora nada;
  • Conta Super = citado no artigo, ele tem conta pra empresas e cobra 9,90 ao mês mas tem muitas taxas, espero não precisar mas se for a única opção terei que usá-la.
A melhor opção mesmo seria a conta do Banco Inter, mas vamos ver. Se eu for emitir nota este mês lá no trabalho (ainda não sei se meu CNPJ ficará pronto a tempo) terei que ter uma conta jurídica em meu CNPJ pronta até 15/10, então ainda tenho um tempo pra pesquisar. Caso um terceiro emita pra mim posso emprestar a conta dele igual fiz agora mas não gosto disso.

É isso, já avaliaram a opção de desbancarizar e ir para opções mais baratas? Sugiro fortemente pensar nisso, se usarmos o valor gasto em tarifas nestes bancos grandes para aportar com certeza iremos fazer um melhor investimento!

Comentários

  1. Oi IP!
    São tantas as taxas nos serviços que nos são prestados, que se não tormarmos cuidado, boa parte do nosso dinheiro é comida por elas.
    Eu tinha conta no Itau Personnalite e a taxa estava em R$70 qnd cancelei. Eles aumentam gradualmente ano a ano e voce vai se convencendo que vale a pena manter. Mas chega uma hora que voce cansa de ser palhaço, né.
    Cancelei minha conta Personnalite e abri uma conta digital no Banco do Brasil. Foi super rápido e sem custo. Não tem mensalidade. Uso digital e auto serviços ilimitado, incluindo transferências, pagamentos, saques, extratos, etc. Basicamente, tudo que você fizer pela internet e caixa eletrônico é sem custo e ilimitado. A única restrição é pagar por cada cheque, mas como não uso cheque, não faz diferença.
    Achei uma solução perfeita paras as minhas necessidades, sem custo e em um banco popular.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é FC, uma hora cansa né, aguentei por 8 anos essa conta, agora chegou a hora de mudar.

      Essa conta digital no BB é interessante, obrigado pela dica.

      Meu interesse maior no momento é em conta PJ, que é mais difícil achar uma boa digital.

      Abraço.

      Excluir
  2. Eu tentei abrir uma conta física no Inter e acabei sendo rejeitado =[

    ResponderExcluir
  3. Oi IP! Eu tenho conta digital no Inter e gosto! Só uso para investimentos, mas este mês me ligaram falando que eu poderia usar como CC, que não tem taxas para nada, achei uma opção boa!
    Minha conta ainda é Itaú, tenho um investimento lá na época que eu era totalmente ignorante com relação à finanças e ele só vence daqui uns 2 anos, então vou manter a conta por lá (eles não me cobram taxa pelo montante que eu tenho). Mas assim que ele vencer, vou migrá-lo pra algo melhor e aí vou ter que ver que conta vou manter também...
    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi IFM!

      Legal, fiz conta no Banco Inter pessoa física pra testar mas ainda não obtive retorno. Meu interesse maior é na conta pessoa jurídica mas vamos ver, estou no aguardo do retorno da Conta Super também pra PJ, tudo pra fugir das mensalidades absurdas e extorsivas pra pessoas jurídicas (mais de 40 por mês, alguns bancos como Itaú chegam a 72).

      Abraço.

      Excluir

Postar um comentário