Renda Passiva, precisamos ir atrás dela!

Poucas horas depois que fiz o post sobre diversificação de carteira, achei o blog do Viver de FII e gostei muito da estratégia dele, que basicamente investe só em Fundos Imobiliários e aos poucos vai gerando uma renda passiva crescente.

Imagem genérica pra chamar atenção sobre renda passiva

Apesar de parecer tão simples o conceito eu nunca tinha me dado conta do fato que mensalmente recebemos renda de aluguéis dos fundos e que estes aluguéis são isentos de imposto de renda, e que sendo reaplicados nestes ou em outros fundos faz a bola de neve dos juros compostos crescer e crescer e crescer... até o momento que a renda passiva destes investimentos irá se equiparar aos meus gastos mensais (que espero diminuir ao longo do tempo para menos de 2,5k, pretendo controlar isso e postar por aqui em breve) e depois de mais alguns anos atingir meu objetivo de renda passiva pro futuro enquanto solteiro, que é de R$ 3.500,00 (como moro no interior e por aqui o custo de vida é bem baixo acredito que esse valor seja mais do que suficiente) e até R$ 5.000,00 se um dia resolver casar, ambos é claro acima da inflação.

Após ler o blog inteiro do Viver de FII ontem eu acabei me arrependendo de minha diversificação da carteira destinar "apenas" R$ 700,00 por mês iniciais a FIIs, enxerguei uma boa oportunidade de aumentar o investimento neles, e resolvi abandonar temporariamente o P2P Lending, até porque por ser um investimento relativamente novo no Brasil pode ser muito arriscado de início.

Tenho pouca aversão a risco mas não quer dizer que vou sair investindo sem analisar o tipo de investimento antes né.

Pensando nestas formas de renda passiva decidi trocar o P2P por ações pagadoras de dividendos, as quais preciso estudar antes para não sair comprando qualquer empresa, apesar de já ter algumas em mente de setores importantes que não se desvalorizam tanto, como bancário e elétrico.

Além de ações e FIIs não vejo muitos investimentos que gerem renda passiva a taxas boas como estes. Penso em investir em debêntures mas é necessário avaliar com cuidado o risco.

Futuramente quero seguir o que o Viver de Dividendos faz e investir no exterior, os FIIs de lá são muito atrativos e são fundos que investem em diversos outros países, não só no próprio EUA.

Penso também em empreender no mundo digital mas inicialmente fazer algo que se gerencie sozinho (um app mobile por exemplo que tenha suas funcionalidades e cobre uma taxa mínima de uso ou mesmo free com ads) até porque não me sobra muito tempo pra empreender infelizmente, mas tenho algumas ideias que só preciso tirá-las do papel e colocá-las em prática, quando tiver algo mais palpável feito pretendo compartilhar aqui, preservando o nome do futuro app para não revelar minha identidade.

No passado fiz alguns freelas de sites e pretendo voltar a fazê-los novamente, quando achar novos clientes, coisa simples, criação de sites institucionais geralmente, no máximo com uma área administrativa, cobrando um valor baixo mesmo (menos de 1k) pra complementar a renda e futuramente usar esta renda como investimento em ativos que me gerem renda passiva, como os citados acima.

Abraço.

Comentários

  1. Buenas Investidor!

    Os fundos imobiliários são ótimos geradores de renda passiva assim como ações pagadoras de dividendos e tesouro direto com pagamentos semestrais de cupons.

    Apesar das quedas contínuas nos rendimentos distribuídos pelos FIIs devido a carências, vacâncias, queda de selic, etc, o rendimento total tem aumentado pouquinho por mês, o que gera grande satisfação.

    Boa sorte na jornada

    abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa Gaúcho, obrigado por comentar.

      Meu único "problema" com TD com juros é a questão do IR, você acha que mesmo descontando um valor alto de IR a cada nova compra no primeiro ano daquele título compensa?

      Penso em estudar também o LCI do Banco Intermedium que paga juros semestrais, não incide IR mas o investimento inicial mínimo é de R$ 1.000,00, nessa parte ainda estou meio balançado pra investir.

      Abraço e volte sempre!

      Excluir

Postar um comentário